O buraco é muito mais embaixo do que se pensa…

Henri Paul, o motorista que dirigia o carro no qual estavam a princesa Diana e o egípcio Dodi al Fayed no momento do acidente em Paris, era um informante dos serviços secretos franceses, segundo afirmaram fontes francesas aos detetives da Scotland Yard que investigam a morte de Diana e Dodi.

A investigação comandada pelo ex-alto comissário para a Polícia Metropolitana, Sir John Stevens, está tentando determinar as causas da morte do casal em 31 de agosto de 1997 na ponte da Alma de Paris.

Depois da revelação, os detetives britânicos requisitaram documentos da Inteligência francesa sobre Paul, que lhes foram negados.

A equipe de Stevens pediu ao Serviço de Inteligência doméstica da França (DST), que entregue todos os documentos referentes a Henri Paul, para verificar se na noite em que morreu, junto com Diana e Dodi, ele estava a trabalho da espionagem francesa.

 

[ ]´s