Caros amigos. Após mais de três meses de um enorme jejum, estou de volta fazendo uma das coisas que mais gosto, escrever. A situação é mesma que aconteceu no jejum anterior. Morro de vontde de escrever sobre algo, mas faltava-me tempo para dar a atenção merecida. Afinal gosto de fazer tudo bem feito.
 
Como nunca é tarde para se desejar coisas boas. Um Feliz ano novo para todos, com muita paz e muito trabalho, após o Carnaval.
———————————————————————-
 

 

A garota acima é a filha do vice-governador do Rio Grande do Sul, Paulo Feijó.
Ela morreu no dia 01/02/08, vítima de acidente de trânsito, voltando de uma festa de aniversário. Tinha apenas 18 anos.
 
O que quero é chamar atenção, para algo que sempre falo. Jovem é uma pessoa que deve ter limites. O que faz uma garota de 18 anos em um Peugeot 307 1.6 com uma habilitação recentemente adquirida em julho de 2007?
 
Será que 7 meses e 18 anos de idade são itens de experiência suficiente para dirigir um carro dessa potência (110 cv)?
 
Veja abaixo as fotos de como ficou o carro.

 


 
De acordo com as investigações iniciais, ela perdeu o controle do carro, derrapou e bateu (de lado) num poste. A violência da batida foi no lado dela.
 
Pela violência da batida + a proeza de conseguir derrapar um Peugeot 307, deixa claro que houve excesso de velocidade. Sem precisar entrar no mérito se a mesma estava ou não embriagada.
 
Conheço uma família rica aqui na cidade há muitos anos. Quando uma das filhas vez 18 anos ela ganhou um Celta 1.0. De acordo com o pai "jovem não precisa de tanta potência". E ele está certo. Para a Alessandra um Peugeot 206 1.0 seriam suficientes.
 
Particularmente, eu não daria esse carro. Mas se a questão é dar, não precisa ser tão potente.
 
Se os pais não derem limites, ninguém dará.

 

[ ]´s

Anúncios